BLOG

Biografia e História de Sua Santidade, Dalai Lama

Dalai Lama é mundialmente reconhecido como a entidade máxima da escola do budismos tibetano. O primeiro Dalai Lama remota ao século XXIV.

dalai lama

Tenzin Gyatso, Sua Santidade o 14º Dalai Lama nasceu a 6 de julho de 1935, no ceio de uma família de camponeses da pequena vila de Taktser, na provincia de Amdo, situada no norte do Tibete.

Nasceu com o nome Lhamo Dhondup até ao momento em que, com a tenra idade de dois anos, Sua Santidade foi reconhecido como sendo a reencarnação de seu predecessor, o 13º Dalai Lama, Thubten Gyatso.

O Dalai Lama é reconhecido como uma manifestação de Avalokiteshvara ou Chenrezig, o Bodhisattva da Compaixão e padroeiro do Tibete.

Os Bodhisattva são seres iluminados que adiaram a sua entrada no outro mundo e escolhem renascer para servir a humanidade e ajudar na paz do mundo.

Em 1950, com 15 anos, após a invasão chinesa do Tibete, foi pedido a Sua Santidade para assumir a total responsabilidade política como chefe de estado e do governo.

Os seus esforços para alcançar uma solução pacífica para o problema entre a China e o Tibete não obtiveram resultados positivos devido à política chinesa que imperava a leste do Tibete, originando diversas manifestações no povo tibetano.

Este movimento de resistência espalhou-se por outras partes do país, e a 10 de Março de 1959, Lhasa, a capital do Tibete, viu grandes manifestações por parte do povo tibetano, tornando-se no epicentro de uma revolução popular.

dalai_lama

Quando a situação se tornou insustentável, foi pedido a Dalai Lama que se exilasse do Tibete para continuar a luta pela liberdade em segurança. Aquando deste exílio, Sua Santidade percebeu que a tarefa mais importante e urgente era lutar pela preservação de toda a cultura tibetana.

Foi em setembro de 1987 que Sua Santidade propôs o Plano de Paz de Cinco Pontos para o Tibete, tendo como primeiro ponto de trabalho encontrar uma solução pacífica para a situação, que rapidamente deteriorava o país.

Para o 14º Dalai Lama, o Tibete deveria ser visto como um santuário, uma zona de paz no coração da Ásia, em que todos os seres poderiam viver em harmonia.

Sua Santidade é reconhecido por todo o mundo como um distribuidor da paz e é em 1989 que o Comité Norueguês do Prémio Nobel decidiu galardoar Tenzin Gyatsu com o Prémio Nobel da Paz.

Sendo um seguidor da paz e “simplesmente um monge budista” (palavras de Sua Santidade), o 14º Dalai Lama é um exemplo a seguir por muitos e uma referência na cultura popular atual.